Está offline. para recarregar esta página conecte-se a uma rede.
Hoje
21º / 25º
Floresta

Viana do Castelo continua a aposta na Floresta Nativa com mais 12 hectares plantados

  • Notícias
  • Viana do Castelo continua a aposta na Floresta Nativa com mais 12 hectares plantados
No âmbito da Estratégia Municipal para a Conservação da Natureza, a Câmara Municipal de Viana do Castelo promoveu ao longo deste mês diversas iniciativas integradas no Programa para a Recuperação da Floresta Nativa Portuguesa para 2020 e 2021, documento que emerge do encerramento do Ano Municipal para a Recuperação da Floresta Nativa Portuguesa comemorado durante o ano transato com dezenas de iniciativas.
Floresta | 29 janeiro 2020

Com o apoio de 30 voluntários do Rotary Club de Viana do Castelo e os Clubes das Novas Gerações (Rotary KIDs, Interact e Rotaract) deu-se início no passado dia 18 de janeiro plantação de 1800 carvalhos (Quercus robur), numa área de 5 hectares do Baldio de Carvoeiro. A Serra da Padela é anualmente alvo de desenvolvimento de um conjunto de iniciativas de caráter ambiental como ações de reflorestação, e de caráter desportivo, promovidas pela Associação Padela Natural em colaboração ou apoiadas pela Câmara Municipal de Viana do Castelo. Outros parceiros locais, como o Conselho Diretivo do Baldio de Barroselas e o Conselho Diretivo do Baldio de Carvoeiro também exercem funções de gestão dos espaços florestais através da realização de silvicultura preventiva e beneficiação de infraestruturas florestais como caminhos, pontos de águas e parques de recreio e lazer.

Paralelamente a esta iniciativa o município contou com a participação de 23 alunos da E.B. 2,3 Frei Bartolomeu dos Mártires (7ºB) e de 50 crianças da Creche e Jardim do Lar de Santa Teresa (sala dos finalistas) para a plantação de diversas espécies autóctones como a Nogueira-brava, áceres, carvalhos e pinheiro manso numa zona de 7 hectares do Monumento Natural das Cristas Quartzíticas do Campo Mineiro de Folgadoiro-Verdes. Pretendemos através destas ações implementar medidas de preservação e conservação das espécies e dos habitats naturais, proteger e valorizar a paisagem e promover a investigação científica indispensável ao desenvolvimento do conhecimento dos valores naturais referidos, numa perspetiva de educação ambiental.

Recorde-se que o Município tem em desenvolvimento uma linha estratégica que consiste na conservação da natureza – biodiversidade e geodiversidade – e na manutenção dos serviços prestados por estas duas dimensões. A Estratégia Municipal para a Conservação da Natureza constitui o principal eixo de desenvolvimento do município para a Agenda de Ambiente estabelecida para o Quadriénio 2017-2021.

Resumo
Categoria
Floresta